1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Amor: Agape, Eros, Philia, Storge, Ludus, Mania, Pragma?

Cada povo fala do que percebe.
Diz o mito que os esquimós têm cinquenta palavras diferentes para falar de neve, que há povos no Norte de África que distinguem entre dez tons diferentes de cor-de-areia, que os índios da América tinham nomes diferentes para cada árvore e para cada bisonte da planície.

À medida que te distancias das coisas vais perdendo essa necessidade de ser específico, de diferenciar. No lugar onde tinhas um nome diferente e especial para cada um, passa a haver primeiro “os bisontes do Montana”, depois um abrangente “os bisontes”, finalmente um “eh pá, são uma espécie de bichos que parecem bois. mas em grande. e em feio”.

Talvez por isso nas sociedades ocidentais existam tantas palavras para falar de mortos e tão poucas para falar de amor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.