1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 4.00 out of 5)
Loading...

As Filhas Das Mães, ed. 233

Há uma altura na vida em que vês uma mulher sentada nos degraus da entrada e aquilo em que reparas é no corpo; há uma altura na vida em que passas a reparar na cara; depois, na expressão e na pose; mais tarde, ao vê-la perguntas-te o que fará ali, de onde vem, para onde vai; eventualmente pensas que talvez não saiba para onde vai, que talvez conseguissem encontrar um destino juntos, que é outra forma de dizer “estás aí com esse ar, eu bem te dizia para onde ias”.

Há uma altura na vida em que vês uma mulher sentada nos degraus da entrada e aquilo em que reparas é na cor do verniz das unhas dos pés; de alguma maneira, tudo volta ao início.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *