1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 1.00 out of 5)
Loading...

Casa, De Férias

redhead at seaside fieldHá quem ache que ir de férias requer sair de casa. Que as férias em casa não são bem férias – que se arranja sempre qualquer coisa para fazer, que meramente o tempo livre não chega, é preciso desenraizar, seja na praia ou no campo ou noutro sítio qualquer. Por mérito que a ideia tenha, e tem algum, penso sempre mais nas férias como um “ir” (pessoa que sou, do verbo ir) e menos como um “sair”. É verdade que às vezes o lugar não interessa, o importante é não ser este, mas isso em mim são ocasiões raras – tem mais força o som do que me chama que o cheiro do que me enxota.

O conceito de férias para sair de casa é ainda mais estranho para um desenraizado, para quem não chama casa a lugar nenhum, para quem está bem onde calha. Tenho afeição, porque a criei, a estas quatro paredes de onde hoje escrevo. Tenho-a porque me habituei a este lugar, mas sobretudo porque aqui, à minha volta, nas escolhas, dos espaços e das coisas, há mão de gente. Casa é um lugar que se faz, ou, para certas pessoas, um lugar que nos fazem, um lugar que nos deixamos fazer.

Os americanos têm uma palavra, “homemaker”. É mais uma daquelas palermices politicamente correctas, uma palavra sem sexo para não dizer “dona de casa”. Mas é muito mais que isso; é uma das poucas palavras em que a versão modernamente PC é superior ao original, lhe traz uma densidade e uma riqueza incomparável. Homemaker é quem faz um lar, e um lar é muito mais do que uma casa. Um lar é um espaço feito por alguém, para si próprio ou para outro alguém, para alguns alguéns. Um lar faz-se vivendo, é o reflexo de quem lá vive, mas é o reflexo de quem o faz, de quem o fez; e algumas pessoas sabem quem se pode ter uma casa sem ela nunca ter sido um lar – porque não o fizeram, e ninguém lho fez, ninguém o fez com eles.

Para algumas pessoas, o lar não são as paredes, nem as coisas, é o amor de quem o faz, de quem o fez. E se “casa” quer dizer lar, para algumas pessoas a casa não são paredes – é alguém, é quem te faz sentir em casa, com estas paredes ou outras quaisquer ou sem paredes nenhumas, nem coisas, nem livros, nem roupas, nem nada.

Há sempre quem ache que ir de férias é sair de casa. Para outros, sair de casa é tudo aquilo que tu não queres.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.