1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Coffee Break

Apetece-me ir ao café da esquina, pegar na ruiva que lá trabalha, agarrar-lhe as mãos, olhar-lhe nos olhos, beijar-lhe a boca carnuda, os lábios a precisar de baton do cieiro, encostá-la à parede, apalpar-lhe o rabo, encostar-me a ela cheio de tesão, abrir-lhe a farda, beijar-lhe as mamas e arrancar-lhe o soutien, chupar-lhe os bicos na ponta dos seios gordos, sugar-lhe o pescoço, lamber-lhe as orelhas, baixar-lhe as calças, virá-la de costas, afastar-lhe as nádegas, esfregar-lhe a ponta do caralho na cona, enterrar-lho, só a ponta, enquanto lhe agarro as mamas, senti-la a derreter-se nos meus braços e fodê-la com mais força, e mais fundo, dobrá-la sobre o balcão enquanto me espeto nela e lhe puxo os cabelos, mandá-la virar com uma palmada nas nádegas e ali, sobre o balcão, agarrar-lhe o cu enquanto a fodo, puxá-la para mim, a senti-la relaxar e contrair comigo dentro dela, ver-lhe o fogo nos olhos, sentir-lhe o sal na boca, adivinhar-lhe a tesão nas mamas tensas, nos mamilos erectos. Ou, não podendo ser isto, beber um café.

One thought on “Coffee Break

  1. 15/12/2016 at 23:52

    toda a gente sabe que um café é meio caminho andado para a foda

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.