1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Manual de Instruções, cap. 106 – Prioridades

Há uma história muito conhecida, que se conta por aí, de um professor que deu uma palestra a executivos sobre gestão de tempo.

Pegou num grande frasco e disse-lhes “este é o vosso dia”. Pegou então num cesto cheio de pedras do tamanho de um punho e colocou-as dentro do frasco, até encher.

Perguntou aos executivos: “acham que o frasco está cheio?”, e eles olharam uns para os outros e disseram “sim”.

O professor pegou então noutro cesto cheio de seixos pequenos e tratou de os pôr no frasco, nos espaços entre as pedras, agitando o frasco gentilmente para caberem mais.

Quando acabou voltou a perguntar aos executivos “acham que o frasco está cheio?”, e nessa altura eles já tinham entendido que não, que ainda sobrava espaço entre os seixos.

O professor sorriu e pegou num pequeno balde com areia, que verteu para dentro do frasco de forma a preencher o espaço entre os seixos. Quando finalmente acabou perguntou de novo “e agora, está cheio?” e todos responderam que sim.

Ele abriu mais o sorriso e abanou a cabeça negativamente, enquanto, com a água de um jarro, acabava de encher o frasco. Os executivos riram, e o professor perguntou-lhes: “o que aprenderam com esta demonstração?”.

Um dos executivos respondeu: “que por mais que achemos que o nosso dia está cheio, há sempre forma de fazer caber mais qualquer coisa”.

O professor abanou a cabeça e disse “não, essa não é a lição mais importante. A verdadeira lição é que se não tivessem posto no frasco primeiro as pedras grandes, depois nunca mais caberiam.”

A vida e os dias são feitos disto: as pedras maiores são as coisas que achamos importantes, são o topo das nossas prioridades. Todos temos uma lista, não das coisas que dizemos que achamos relevantes, mas das coisas, ordenadas, que são as nossas prioridades, todos os dias. Quando planeamos os dias, são essas as coisas que colocamos primeiro – tudo o resto tem de encaixar nos intervalos.

A pergunta que devemos fazer a nós mesmos é quais são as nossas prioridades. Que coisas pomos primeiro no frasco? Ao que é que damos valor? Lavar a roupa?

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.