1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votes, average: 4.00 out of 5)
Loading...

Rakim E A Atracção Do Desejo

No Diário Vermelho de Sahid Al’Farsi conta-se a história de Rakim, homem apreciado por todos mas condenado ao celibato, já que todos o consideravam demasiado erudito e acima de qualquer pretendente que cogitassem propor-lhe. Inúmeras vezes o homem tentou em vão convencer os seus amigos e vizinhos que tal não era verdade, que também ele desejava uma mulher, mesmo que ela não o estimulasse intelectualmente. Repetidamente lhes dizia que os méritos de uma pessoa podem ser enormes, dentro ou fora do plano intelectual, e que sonhava com ter uma esposa que o estimasse e o apreciasse, e que não era necessário que ela fosse, para ele, parceiro de tertúlia e discussão. Que ensiná-la sobre a arte a ciência seria mister capaz de o fazer feliz, conquanto ela lhe ensinasse sobre as emoções e a vida, sobre o carinho e sobre o amor, essas coisas que não se aprendem realmente nos livros. Os seus amigos e vizinhos sorriam, riam, não o levavam a sério. Sem efeito nem progresso, tentou mudar de estratégia e inventar coisas que achava que eles entendessem: dizer que queria uma mãe para filhos, uma mulher para o sexo, uma governanta, uma enfermeira. Eles riam, encantados com o seu sentido de humor, extasiados com a maneira como ele brincava com as necessidades dos homens menores, ele que estava acima de tudo isto. As suas amigas – que as tinha – tão pouco o ajudavam. Também elas o achavam diferente, a precisar de uma mulher diferente, mulher que elas não conheciam nem imaginavam, por isso nunca lhe apresentaram ninguém, e às novas amigas que se juntavam ao grupo apressavam-se a contar como ele era especial e bom, mas diferente. A admiração e a simpatia que todos tinham por ele transformava-o, para todos os efeitos práticos, num intocável, como se o saber e a bondade fossem uma peçonha qualquer, que não se pega, mas te exclui dos planos que se façam em conjunto, te exclui do direito a fazer planos, do direito a ter com quem fazer planos.

Rakim, conta Sahid o Persa, acabou por casar com uma actriz falhada, com quem ninguém falava porque não era boa rês, porque foi a primeira mulher que olhou para ele com vontade de o beijar. E isso, aos olhos de Rakim, fez dela, por algum tempo, a mais bela das mulheres.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.