1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Sem Complemento Directo

Tens de ser coisas sem complemento directo.

Não és só a mãe nem o pai de alguém, nem só a mulher de alguém, nem o empregado nem o amigo de alguém. Tens de ser tu por ti e para ti. E tens de aprender, de descobrir ou de inventar o que isso quer dizer. Tens de aprender, de descobrir ou de inventar quem és.

E depois tens de gostar de quem te aprecie por ti, quem te fale e te queira ouvir falar de coisas que são de dentro de ti mesma, quem goste de te ver a fazer coisas só por ti e só para ti. Tens de ser coisas que não são para os outros, coisas para te agradar a ti mesmo, É que quando somos só alguma coisa para os outros deixamos de ser úteis quando alguém faz isso melhor que nós, tornamo-nos invisíveis quando isso perde impoortância.

Que isso não te surpreenda: se te calas estando dentro, não de admires se à saída não te peçam opinião.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.