1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Sujeito Sexual

Entendo hoje a natureza do que somos: transformei-te no meu órgão sexual, só tenho prazer se for por ti, até ao pensar noutras tu lá estás, e é a ti que elas querem, e tu quer-las, e eu gosto disso. Nunca foste meu objecto, alavanca só do meu prazer; não que isso seja mau, não há mal algum quando dois são objectos sexuais um do outro, e quando o sabem. Mas és mais, muito mais, és o sujeito sexual da minha vida, és a taça onde me venho e o jarro de onde escorro, és o falo com que entro e o lugar que penetro, és o peito onde sinto as minhas próprias mãos cravadas, de onde nasce o meu orgasmo que só vem quando te vens.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *