1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Tivéssemos Todo O Tempo Do Mundo

Um dia morreríamos a achar que nos faltou tempo. Um dia morreríamos sem termos dito todas as coisas, sem termos ido a todos os lugares. Um dia morreríamos sem entender porquê, embora saibamos que tudo morre. Um dia o tempo dirá “basta”, e dir-lhe-íamos que não, que não bastou. Não bastou o tempo de estarmos juntos, não bastou o tempo de nos amarmos, não bastou o tempo de nos beijarmos, nunca basta o tempo, e os beijos nunca bastam, nunca.

Um dia morreríamos a faltar-nos algo, só um minuto apenas, só um minuto mais. Não morreremos. Morrerei eu, morrerás tu, que os corpos nada duram. E porque durariam? Porque é tão longa a vida se num minuto nos teus braços cabe tudo o que desejo?

Num minuto nosso cabe toda a nossa vida. E a nossa vida não cabe em todo o tempo do mundo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.